A Petrobras convocou o Comitê de Elegibilidade, que analisará o currículo de Caio Paes de Andrade, indicado por Jair Bolsonaro (PL) para presidir a estatal. A reunião deve ocorrer na sexta (24).

NO DIA

Com isso, fica praticamente acertada a data em que o nome de Andrade passará pelo crivo dos cinco integrantes do colegiado. O governo tem pressa para que o nome dele seja formalizado, mas precisa respeitar as regras internas da companhia –e uma delas é a análise da formação e da vida profissional do indicado.

COISA CERTA

A aprovação é considerada favas contadas —mas, de acordo com integrantes do conselho da petroleira, será preciso fazer certa ginástica para enquadrar Andrade nas exigências que a lei faz para o preenchimento do cargo de presidente da Petrobras.

LINHAS TORTAS

As regras estão previstas no artigo 17 da Lei das Estatais. Uma delas exige que presidentes de estatais tenham dez anos de experiência na área de atuação da empresa (o que ele não tem) e ter formação acadêmica compatível com o cargo para o qual foi indicado (Andrade é formado em Comunicação Social).

CANSEI

Apesar das dificuldades, não há mais hoje no conselho da companhia pessoas dispostas a resistir aos desejos do presidente Jair Bolsonaro —mesmo porque consideram que essa seria uma batalha irremediavelmente perdida.

TERCEIRO SINAL

Os atores Eliane Giardini e Marcos Caruso receberam convidados na estreia do espetáculo “Intimidade Indecente” no Teatro Renaissance, na semana passada, em São Paulo. A atriz Claudia Raia e o marido, o ator Jarbas Homem de Mello, foram assistir à peça. A atriz Vera Holtz |3| também passou por lá

com BIANKA VIEIRA, KARINA MATIAS e MANOELLA SMITH